Clar-à-tona

 

O sol se Pôs:

Iniciou a contagem.

 

Fui ao beco

No ônibus

Na rua

Tão crua

Tão cega

Não nega

Biritas

Comidas

Avós

Tios

Pais

Amigos

Loucos

Alucinados

Músicos

Poetas

Histórias

Cantigas

Moringas

Marijuanas

Joanas

Piratas

Pistas

Sambistas

poucos

Muitos

Grandes

Pequenos

De longe

Daqui

Dali

Janz

Jazz

Blues

Rocks

Pandeiros

Tambores

Djs

Dreads

Grafits

Pintores

 

E o sol nasceu:

Voltei do beco

Fui pro ônibus

Dormi

Caguei

Morri.

 

 

 

Clareanna Viveiros Santana, 12 de abril de 2008.

Published in: on Julho 14, 2008 at 3:35 am  Deixe um Comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://clareamente.wordpress.com/2008/07/14/clar-a-tona/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: